MINI-HISTÓRIA SOBRE A POESIA

BEM VINDOS AO MEU BLOG POÉTICO, QUERIDOS VISITANTES. SE GOSTAREM, DIVULGUEM!

POETISA, Eu...? (Minha 1ª poesia)

Me chamam de poetisa / Eu, que nunca fiz poesia / Insistem, me chamam de poetisa / E eu digo: mas eu nunca fiz poesia! /Não sei fazer estrofes, não sei rimar e se eu tentar... / amor rima com humor / Solidão com macarrão / sentimento com condimento / Soluços, com pinguços... / Eu não sei fazer poesia / Por que insistem nessa maestria?

Será que desvendaram minh'alma quimera/ Com loucos suspiros não ditos / Cabeça de leão e corpo de dragão? / Poetisa, eu...? / Por que insistem nessa galhardia? / Só se for de trigonometria / "Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá" / Seno a coseno b, seno b coseno a...

Marisa Queiroz

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Ao Barba Negra

Oh, marinheiro navegante
Barba Negra de Slovenia
Vire a vela de seu barco
E navegue rumo ao meu canto

Vem, intrépido timoneiro
Das águas azuis do mediterrâneo
Cruze os mares tropicais
E se entregue à sereia do Atlântico

Avante, pirata dos sete mares
Coração de bravo e flamejante
Abandone as águas de Belgrado
Aporte em minha doce Copacabana

Oh, marujo de pele bronzeada
Olhos dos verdes oceanos
Me acalenta com tua música calma
Sinfonia de amor, das ilhas de encanto

Marisa Queiroz
Rio, agosto/09

Um comentário:

  1. Marisa Queiroz,
    parabéns, seus versos são lindos,
    adorei,
    Efigênia Coutinho

    ResponderExcluir