MINI-HISTÓRIA SOBRE A POESIA

BEM VINDOS AO MEU BLOG POÉTICO, QUERIDOS VISITANTES. SE GOSTAREM, DIVULGUEM!

POETISA, Eu...? (Minha 1ª poesia)

Me chamam de poetisa / Eu, que nunca fiz poesia / Insistem, me chamam de poetisa / E eu digo: mas eu nunca fiz poesia! /Não sei fazer estrofes, não sei rimar e se eu tentar... / amor rima com humor / Solidão com macarrão / sentimento com condimento / Soluços, com pinguços... / Eu não sei fazer poesia / Por que insistem nessa maestria?

Será que desvendaram minh'alma quimera/ Com loucos suspiros não ditos / Cabeça de leão e corpo de dragão? / Poetisa, eu...? / Por que insistem nessa galhardia? / Só se for de trigonometria / "Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá" / Seno a coseno b, seno b coseno a...

Marisa Queiroz

sábado, 14 de março de 2009

AMOR ZUMBI (sombreatrx)


Deitada em minha fria cova

Aguardo junto aos meus vermes

Ansiosa por tua cadavérica presença

Ops! Desintegrou-se mais um pedaço de mim...

Minhas carnes podres já não aguentam mais te esperar

Ossos, só ossos é o que restarão para ti

Mas, eu sei que virás, meu zumbi impiedoso

E nossa exumação será consumada

No fogo do crematório de nossa paixão.


Marisa Queiroz

Um comentário:

  1. ò pá, este amor zumbi é um pouco macabro.
    Viva a vida.
    Um beijo.

    ResponderExcluir