MINI-HISTÓRIA SOBRE A POESIA

BEM VINDOS AO MEU BLOG POÉTICO, QUERIDOS VISITANTES. SE GOSTAREM, DIVULGUEM!

POETISA, Eu...? (Minha 1ª poesia)

Me chamam de poetisa / Eu, que nunca fiz poesia / Insistem, me chamam de poetisa / E eu digo: mas eu nunca fiz poesia! /Não sei fazer estrofes, não sei rimar e se eu tentar... / amor rima com humor / Solidão com macarrão / sentimento com condimento / Soluços, com pinguços... / Eu não sei fazer poesia / Por que insistem nessa maestria?

Será que desvendaram minh'alma quimera/ Com loucos suspiros não ditos / Cabeça de leão e corpo de dragão? / Poetisa, eu...? / Por que insistem nessa galhardia? / Só se for de trigonometria / "Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá" / Seno a coseno b, seno b coseno a...

Marisa Queiroz

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

GOSTO ACRE















Às vezes me flagro pensando:
São tantos os que me querem
São tantos os que se apaixonam
Por que, então, trago no peito
Esse gosto acre de solidão?
Está faltando alguém que aqueça
verdadeiramente o meu coração
Talvez tu, quem sabe?
Minha doce ilusão


Marisa Queiroz

Um comentário:

  1. Hummm...

    ilusão, que rima com coração,
    mas sem nenhuma comunhão.

    Beijos!

    ResponderExcluir